26 agosto 2013

Resenha: A culpa é das estrelas

Okay? Okay.



"Faltando pouco para eu completar meu décimo sétimo ano de vida  minha mãe resolveu que eu estava deprimida, provavelmente porque quase nunca saía de casa, passava horas na cama, lia o mesmo livro várias vezes, raramente comia e dedicava grande parte do meu abundante tempo livre pensando na morte."


O livro "A culpa é das estrelas" é do autor John Green, lançado pela editora Intrínseca. No livro, a personagem Hazel Grace (só Hazel) tem 16 anos e sofre de câncer terminal passando grande parte do seu tempo pensando na morte. Parou de estudar e seus dias são dentro do seu quarto lendo e assistindo, porém, carrega um enorme tédio por ter que ficar sempre com seu cilindro de oxigênio (porque seu câncer é no pulmão). Tem pais cuidadosos que se preocupam com sua saúde. Para se distrair um pouco, sua mãe a leva para um grupo de jovens que sofrem de alguma doença, o "Coração de Jesus". Lá, a Hazel conhece Augustus que também sofre de câncer e perdeu uma perna devido a isso. Hazel e Augustus ao longo dos dias de reuniões e conversas vão criando uma grande amizade/paixão. 


 



Já faz algum tempo que eu li esse livro mas não sei porque ainda não fiz resenha. Ele tem páginas amarelas, a capa é (m.u.i.t.o) linda e a fonte é ótima. O livro é realmente interessante e envolvente e tem-se uma leitura rápida. John Green nos deixa aflitos e ansiosos durante todo o livro, logo nos primeiros capítulos você se apaixona pelos personagens. Gus é muito fofo, lindo, tem medo de ser esquecido e sempre procura fazer algo que deixe sua vida marcada antes de morrer. Ele e Hazel passam por aventuras (aventuras? não sei se é bem essa palavra) ótimas no livro e que com certeza vocês vão adorar, assim como eu.







"Alguns infinitos são maiores que outros"


Beijo, até a próxima!

Nenhum comentário:

Postar um comentário